Notícias

Que tipo de energia é utilizada na medicina nuclear?


O uso da radiação na medicina ainda gera muitas dúvidas, mas antes de entender como ela funciona para a especialidade, vamos falar sobre o que ela é.
A radiação é a energia emitida por uma fonte que se espalha pelo espaço e tem a capacidade de penetrar materiais. São partículas ou ondas eletromagnéticas, ou seja, contém carga elétrica e magnética. Elas podem ser naturais ou criadas por meio de dispositivos inventados pelo homem. As radiações estão presentes em nosso dia a dia e as mais comuns, são: luz, ondas de rádio e microondas, raios X e radiação gama.

Histórico

Com a publicação do artigo “Sobre uma nova espécie de raios”, em 1895, o uso da radiação teve início. Neste material, o físico alemão Wilhelm Conrad Roentgen, relatou sua descoberta do raio X e sua capacidade de produzir imagens internas do corpo. Esta nova técnica marcou o nascimento da radiologia médica, afinal, não havia mais a necessidade de realizar cirurgias exploratórias para diagnosticar doenças, um grande avanço para a especialidade. Anos depois, com o surgimento de tecnologias cada vez mais avançadas, aparelhos como os de tomografia computadorizada foram criados.

Radiação na medicina nuclear

A especialidade utiliza materiais radioativos para fins diagnósticos e terapêuticos, por meio de substâncias ligadas a radioisótopos, contendo baixas quantidades de radiação (radiofármacos), dando suporte à neurologia, hematologia, cardiologia, nefrologia e muitas outras áreas. Existem diferentes tipos de radiações usadas pela medicina nuclear, dentre elas:
Partículas beta: Este tipo de partícula é considerada um elétron e pode ser utilizada em determinadas terapias, como no tratamento de tumores na tireoide, hipertireoidismo, entre outros.

Pósitron – Trata-se de um elétron de carga positiva. É utilizado no exame PET (Positron Emission

Tomography- Tomografia por Emissão de Pósitrons). O FDG (glicose marcada com Fluor-18) é o principal radiofármaco utilizado neste tipo de exame.

Radiação Gama – Uma onda magnética (energia) chamada de fóton. Os raios gama são originados nos núcleos atômicos e são utilizados na maior parte dos exames da especialidade. Na medicina nuclear, o principal radionuclídeo que emite radiação gama é o tecnécio.

Quer saber mais sobre a especialidade? Continue acompanhando nosso site e redes sociais!

Av. Barão de Itapura, 1276 - Jardim Guanabara, Campinas - SP, 13020-432 - Atendimento: Seg a Sex: 07h / 18h - Telefone: (19) 3731-4141