Notícias

Perspectivas para Medicina Nuclear em 2022


Em 2021 a Medicina Nuclear viveu uma grande retomada e apresenta boas perspectivas para este ano, segundo especialistas. No ano passado, o setor viveu um crescimento de 10%, o que é um número significativamente alto se considerarmos a pandemia de COVID-19.

A Medicina Nuclear é um setor muito presente na vida das pessoas que necessitam de diagnósticos e tratamentos proporcionados pela área.

Em 2021, a especialidade sofreu com os aumentos de cursos em relação aos recursos utilizados. Ocorreu uma inflação em todos os contratos e, consequentemente, reduziu a margem de ganho do segmento. Soma-se a esses pontos o fato de que os preços pagos pela saúde pública não sofrem reajustes desde 2009.

Com isso, o prejuízo foi um pouco maior, mas para o ano de 2022, com as recentes mudanças regulatórias e a flexibilização do monopólio da União na produção dos radiofármacos, a expectativa é que o setor tenha uma retomada de sucesso.

Sobre a Medicina Nuclear

A Medicina Nuclear é uma especialidade relativamente recente, que deu os seus primeiros passos no pós Segunda Guerra, depois do desenvolvimento da tecnologia de cíclotrons e produção de radionuclídeos em quantidade suficiente para uso médico.

A especialidade só foi reconhecida pela American Medical Association em 1971 e tem se firmando cada vez mais na prática clínica ao longo dos anos, especialmente em países considerados de primeiro mundo.

Com uma área de atuação bastante ampla, a Medicina Nuclear atua na colaboração de quase todas as especialidades, sendo a oncologia clínica e cirúrgica, além da cardiologia e endocrinologia as principais, mas não as únicas de interesse da Medicina Nuclear.

Expectativas para 2022

Muita coisa pode acontecer de bom em 2022 para área, e a principal delas é em relação à importação de materiais flexibilizada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), especialistas afirmam que isso trará reflexos positivos em 2022.

Neste ano, houve ainda a liberação para a importação de equipamentos já usados pela Medicina Nuclear, o que ajudará muito o setor, já que existem poucos fornecedores e os equipamentos têm um custo bastante elevado.

Considerando todos esses aspectos, a expectativa para um ano de sucesso para a especialidade é muito alta.

O Grupo MND deseja que em 2022 a especialidade ganhe cada vez mais o reconhecimento que merece, com os recursos necessários.

Quer saber mais sobre a área? Continue acompanhando nossas redes sociais e outras matérias: InstagramFacebook

Av. Barão de Itapura, 1276 - Jardim Guanabara, Campinas - SP, 13020-432 - Atendimento: Seg a Sex: 07h / 18h - Telefone: (19) 3731-4141