Notícias

Mês da criança: conheça os benefícios da medicina nuclear pediátrica


Ao contrário do que muitos pensam, a medicina nuclear não é nociva à saúde da criança, inclusive ela é usada constantemente na pediatria e tem um papel fundamental para o diagnóstico, tratamento e acompanhamento de diversas doenças comuns nessa fase da vida, além de atuar no combate ao câncer infantil como já falamos aqui no blog.

A radioatividade tende a assustar os responsáveis pelos pequenos, mas sua aplicação é feita com técnicas avançadas e não invasiva trazendo inúmeros benefícios na vida das crianças, sendo capazes de avaliar periodicamente as doenças, identificar a intensidade das doenças, graus de repetições dos sintomas e também as possíveis sequelas.

Os diagnósticos e tratamentos desta técnica permitem identificar contínuas infecções urinárias; outros problemas nefrourológicos como obstruções; doenças ortopédicas, câncer infantil; análise do tubo digestivo; patologias pulmonares; entre outros.

Baixa exposição radioativa

Com a medicina nuclear pediátrica também é possível investigar as doenças do esqueleto que podem causar dores articulares, necroses avasculares, distúrbios de crescimento e tumores ósseos. O procedimento auxilia nas tomadas de decisões dos médicos proporcionando mais qualidade de vida aos pequenos pacientes.

Por garantir procedimentos com baixas doses de exposição radioativa, o uso da medicina nuclear se torna indicado também para as crianças, uma vez que a aplicação some rapidamente do organismo e traz benefícios significativos para a saúde da criança.

Av. Barão de Itapura, 1276 - Jardim Guanabara, Campinas - SP, 13020-432 - Atendimento: Seg a Sex: 07h / 18h - Telefone: (19) 3731-4141